Interessante

O que é um cogumelo de coral e quais são seus benefícios para os humanos

O que é um cogumelo de coral e quais são seus benefícios para os humanos


Hoje, as pessoas têm a oportunidade de saborear uma variedade de alimentos exóticos. Isso inclui o chamado cogumelo coral, que, é claro, cresce na terra, não debaixo d'água.

Descrição e área de distribuição

O cogumelo coral, cujas vieiras se parecem com corais (daí o nome), cresce na zona subtropical. Outros nomes para o cogumelo: coral amora, gelo, avelã e cogumelo da neve. Cientificamente, a planta é chamada de Hericium coralloides. Este cogumelo porcini parece uma água-viva e, em geral, parece bastante incomum.

A planta se parece com um arbusto com pequenos e frágeis espinhos e galhos ocos. O comprimento dos ramos é pequeno - apenas até 40 cm. Na cor, esses cogumelos são brancos e bege, e com a idade, a cor escurece e torna-se acastanhada. Se você colher a "safra", o sistema radicular funcionará e reproduzirá novos cogumelos.

Por dentro, a planta é rosada e suculenta, tem um aroma pronunciado. Na Rússia, esta espécie é encontrada na Sibéria e Krasnodar.

Vídeo "Cogumelo de coral - uma cura para muitas doenças"

Neste vídeo, você aprenderá para que cura o cogumelo de coral e como usá-lo corretamente.

Variedades de cogumelo coral

Existem várias variedades desta planta. Agora vamos examiná-los mais de perto.

Pata de urso

Esta espécie cresce em florestas de pinheiros, tem polpa branca como a neve. De cima, a pele fica com uma tonalidade avermelhada. Eles não são muito grandes - apenas até 20 cm de altura. Além disso, essa variedade tem um aroma rico de ervas que atrai os colhedores de cogumelos. Se você quiser coletar esses cogumelos, saia em uma caçada tranquila no final de agosto.

Chifre de junco

Cogumelos amarelo pálido que externamente se assemelham a uma língua humana (como o nome sugere). Também são encontrados em florestas de coníferas, pois vivem em uma espécie de simbiose com os abetos. Atingem 10 m de altura e, de acordo com o tipo de alimento, pertencem aos saprófitas.

Clavulina enrugada

Ao contrário das variedades anteriores, a Clavulina Enrugada não é muito espessa. Seus ramos são mais parecidos com chifres de animais, com 40 mm de diâmetro. O cogumelo cresce até 17 cm, é branco e tem polpa sem aroma.

Valor nutricional e propriedades benéficas

Esta planta é extremamente nutritiva, pois contém proteínas, aminoácidos, vitaminas, carboidratos e minerais. A concentração de multivitamínico D é especialmente alta nele.

O cogumelo coral contém elementos como potássio, fósforo, sódio e ferro.

A planta tem toda uma gama de propriedades benéficas que a tornaram popular entre os amantes da medicina tradicional:

  1. Protege contra a exposição à radiação.
  2. Fortalece o sistema respiratório humano.
  3. Acelera o processo de hematopoiese.
  4. Tem efeito antiinflamatório.
  5. Ajuda quem sofre de alergias.
  6. Combate substâncias tóxicas no fígado.
  7. Tem um efeito positivo no cérebro humano.
  8. É usado como profilaxia contra o câncer.

Principais áreas de aplicação

Como mencionamos, existem muitos usos para esses cogumelos, e não apenas na culinária.

Em medicina

Na medicina popular, esta planta é muito popular porque tem muitas propriedades benéficas:

  1. Antibiótico. Acredita-se que, quando devidamente cozido, um produto produz anticorpos que combatem a propagação de vírus no corpo humano.
  2. Um medicamento que ajuda no tratamento da doença de Alzheimer. A planta contém eritromicina, graças à qual os cogumelos são usados ​​como uma medida adicional no tratamento da doença acima.
  3. Tratamento do câncer. Acredita-se que o fungo ajuda a prevenir o crescimento do tumor. Também no Oriente, é usado durante a recuperação da quimioterapia.
  4. Desparasitação. Em pequenas quantidades, ajuda na infecção por helmintos e tênias, removendo os parasitas do corpo.
  5. Tratamento de distúrbios nervosos. Graças ao glicogênio, o cogumelo auxilia no tratamento de doenças do sistema nervoso.

Apesar das propriedades "milagrosas", recomendamos que você consulte primeiro seu médico e use receitas populares somente com a aprovação dele.

Conselho do autor

Em cosmetologia

Os tratamentos de beleza também não estão completos sem esta planta. Acredita-se que o cogumelo coral hidrate, restaure o equilíbrio de hidratação da pele e tenha um efeito rejuvenescedor.

De acordo com estudos recentes, esse remédio provou ser mais eficaz do que a glicerina e o ácido hialurônico. Por isso, empresas cosméticas do Japão e da França já adotaram o produto e estão lançando a produção de cosméticos a partir dele.

Na cozinha

Os cogumelos são usados ​​para fazer sopas e saladas e, se moídos, podem até ser adicionados a gelados e sobremesas.

É importante lembrar que antes de preparar um prato com esta planta, ele deve ser devidamente processado. Para fazer isso, os cogumelos são embebidos em água morna por várias horas, divididos em inflorescências e áreas duras são cortadas.

Características de armazenamento de cogumelo de coral

É importante armazenar o produto corretamente para que não se deteriore. Recomendamos que você use um frasco bem fechado, que deve ser colocado em um local fresco e seco. Uma geladeira é perfeita para esses fins.

Então, examinamos as características do cogumelo coral. Hoje ela é cultivada comercialmente, então você também pode experimentar esta iguaria. Mas com a medicina tradicional, é melhor não experimentar e consultar seu médico antes de usar.


Mukor é que tipo de cogumelo

Mukor pertence aos moldes. A sua característica distintiva é a ausência de grandes corpos frutíferos típicos dos cogumelos cap. Os bolores geralmente se instalam em substratos orgânicos (comida, madeira) e se alimentam deles, decompondo a matéria orgânica. Ao mesmo tempo, eles podem produzir várias substâncias, úteis e perigosas para os humanos.

Mukor não é uma espécie, mas um gênero de cogumelos que inclui mais de 50 espécies.

Mukor chamado de forma diferente mofo branco... Seu micélio é um entrelaçamento de hifas esbranquiçadas e se parece com uma flor branca fofa. O esporângio de mucor tem uma coloração preta, então, depois de um tempo, o bolor branco fica preto. O Mucor pode ser visto, por exemplo, no pão e em outros alimentos. Também é encontrado nas camadas superiores do solo, em detritos orgânicos.

O micélio (micélio) do mucor, embora consista em hifas filamentosas, é na verdade uma célula enorme com muitos núcleos.

A reprodução assexuada em mucor é realizada por esporos. Para isso, as hifas individuais (esporangióforos) sobem verticalmente, em suas extremidades as extensões são formadas na forma de cabeças pretas redondas (esporângios). É aqui que as disputas amadurecem.

Os esporos são muito pequenos, leves e numerosos. O esporângio se dissolve facilmente com a água, fazendo com que os esporos se espalhem e sejam facilmente carregados pelo vento. Os esporos do mukor estão constantemente presentes no ar em certas quantidades. É por isso que mofo de repente "do nada" aparece nos produtos.

A reprodução sexual em mucor ocorre da seguinte forma. Duas hifas de uma ou uma hifas de dois micélios de muco diferentes se fundem. Depois disso, um zigoto diplóide é formado. Uma nova hifa com um esporângio cresce a partir dela.

Mucor pode causar doenças em humanos, animais e plantas. Existem tipos de farinha usados ​​para obter antibióticos, fermentos e álcool.


Como cultivar um kombuchá do zero?

Claro, é mais fácil pegar o kombuchá de amigos e preparar essa bebida curativa com ele. No entanto, se não houver tais conhecidos, ou se você for um "pioneiro" entre seus conhecidos, e eles próprios não se importariam em tirar um pouco de água-viva de você para criar, você pode tentar cultivar kombuchá do zero em casa. Com o tempo, porém, isso não acontece rapidamente.

A primeira coisa que você deve fazer: Lave bem o frasco de 3 litros - ele se tornará a "casa" do seu kombuchá. Vale lembrar que o Kombuchá ama muito a limpeza! Se essa condição não for atendida, ele morre, nunca tendo tempo para crescer. Não é necessário lavar com detergentes sintéticos, o bicarbonato de sódio comum lava tudo perfeitamente.

Coloque 5 colheres de sopa em um bule (também lavado bem com bicarbonato de sódio). chá preto regular e despeje 500ml de água fervente lá. Em seguida, coloque 7 colheres de sopa no chá quente. açúcar, mexa bem e deixe esfriar completamente. Em seguida, passe por várias camadas de gaze para esticar bem a infusão. Despeje as folhas de chá doces e fortes em uma jarra de vidro de 3 litros. Amarre o pescoço com uma gaze por cima para que o oxigênio fique disponível para o cogumelo - afinal, ele respira. Coloque o frasco em um local quente por 1,5 meses. Certifique-se de que o recipiente não seja exposto à luz solar direta.

Depois de cerca de sete dias, um cheiro forte de vinagre vai aparecer, dentro da normalidade - o processo de oxidação está em andamento e isso significa que você fez tudo certo. Não é à toa que em certa época a preparação do vinagre no kombuchá foi patenteada.

Depois de mais cinco a seis dias, o cheiro desaparecerá quase completamente. Você verá como uma fina película se formou na superfície do líquido - este é o incipiente kombuchá. O cogumelo cresce constantemente, a cada dia você vai ver como ele fica cada vez mais espesso. Você pode então compartilhar este filme com seus amigos para que eles também tenham a oportunidade de fazer uma bebida saudável para eles e, no futuro, criar medusas.

Depois de seis semanas desde o início do cultivo do kombuchá do zero, encha o pote do kombuchá com uma nova solução de chá preparada assim: 6 colheres de chá. as infusões são despejadas com 3 litros de água fervente e misturadas com açúcar (300g). Tudo é mexido até que os cristais de açúcar se dissolvam completamente, caso contrário eles podem queimar o kombuchá. Despeje a solução resfriada à temperatura ambiente em uma jarra com um cogumelo e deixe por mais seis a oito dias. Após esse período, a bebida filtrada está pronta para uso. Armazene a solução preparada na geladeira.


Os benefícios da micorriza

A superpopulação gradual do planeta traz consigo uma escassez inevitável de recursos e meios de subsistência. Algumas décadas atrás, todas as tecnologias na agricultura visavam aumentar a eficiência dos fertilizantes, o uso de vários produtos químicos que estimulam o crescimento das safras e o uso de variedades altamente produtivas criadas artificialmente. Segundo os cientistas, atualmente, foi atingido um limite na eficácia dessas tecnologias. É por isso que, hoje, a micorriza é uma solução real que permite aumentar a produtividade das culturas usando as capacidades naturais do ecossistema.

Assim, fungos de solo não patogênicos formam micorrizas com raízes de plantas. Independentemente do tipo, esse fenômeno tem benefícios tangíveis nas lavouras, agindo sobre elas como um estimulante natural do crescimento e um poderoso imunomodulador. Já hoje, algumas empresas estão usando ativamente a infecção artificial de plantações com fungos, aumentando significativamente os rendimentos sem o uso de fertilizantes minerais caros e preparações quimicamente ativas. Este método tem mostrado alta eficiência ao cultivar plantas em solos pobres em nutrientes e pobres em umidade.

Como conclusão intermediária, tentaremos listar as principais vantagens da micorriza:

  • um aumento significativo na capacidade de absorção das plantas
  • acúmulo de umidade
  • fornecendo à planta nutrientes
  • aumentando a resistência das safras a infecções fúngicas
  • um aumento na taxa de crescimento, desenvolvimento e rendimento
  • melhoria da estrutura do solo
  • diminuição da acidez do solo.

Além das vantagens acima, as plantas infectadas com micorriza aumentaram a resistência a alguns microrganismos patogênicos, aumentaram a imunidade e melhoraram a qualidade dos frutos.


O uso da massa de cogumelos não traz apenas benefícios: em certas doenças, o produto pode causar graves danos ao organismo.

Diabetes

Os malefícios e benefícios dessa doença se devem ao estágio de seu desenvolvimento. Na ausência de dependência de insulina, é permitido consumir fungos do leite até 1 litro por dia. O volume deve ser dividido em 6 porções. Recomenda-se tomar o produto no prazo de 1 mês e depois fazer uma pausa de 14 dias.

No diabetes com injeções de insulina, o uso do cogumelo tibetano é proibido devido à sua capacidade de neutralizar o efeito dos medicamentos e, portanto, representar uma ameaça à vida humana.

Pancreatite

Durante o período de agravamento da doença, é melhor não consumir bebidas à base de cogumelos. Ressalta-se que nessa fase é recomendado o jejum terapêutico, que deve ser seguido até a completa eliminação do processo inflamatório.

No curso crônico da doença, as qualidades benéficas do produto ajudam a melhorar a digestão e a reduzir o risco de inflamação. Além disso, essa bebida estimula o metabolismo e reduz a carga sobre os órgãos digestivos, acelerando a quebra das gorduras. A dose recomendada para uso é de ½ litro por dia.

Gastrite

Nessa situação, o cogumelo do leite será útil se a acidez for baixa ou neutra. Recomenda-se beber ½ copo de bebida diariamente antes das refeições. Com alto nível de acidez, seu uso é inaceitável.


Regras de manutenção de cogumelos

Antes de começar a preparar esta bebida curativa, você precisa aprender a cuidar e consumir o kombuchá. Existem algumas regras, se você não segui-las, o fungo pode adoecer ou morrer.

  • A temperatura ideal para a vida do fungo é de 24-25 graus. Portanto, é indesejável colocá-lo em uma sala fria, bem como próximo a dispositivos de aquecimento.
  • É necessário proteger o frasco com o cogumelo da luz solar direta.
  • É necessário drenar a solução resultante a cada 5-6 dias, e ainda mais frequentemente no verão. Se o cogumelo envelhecer, haverá muito vinagre na bebida, e ele não será mais tão saboroso e saudável.
  • A cada 3-4 semanas, o cogumelo deve ser enxaguado com água limpa e fria, inspecionado quanto a danos e separado se ficar muito espesso.
  • Despeje o cogumelo apenas com uma solução resfriada. Melhor à temperatura ambiente. Muito calor pode destruir o corpo e o frio pode retardar suas funções vitais.
  • A solução que é adicionada ao pote com o cogumelo deve ser bem filtrada. O açúcar deve ser dissolvido nele. Grãos de açúcar e folhas de chá podem queimar a superfície da água-viva.

Para que o cogumelo seja benéfico e produza uma bebida deliciosa e curativa, é importante seguir estas regras. É um organismo vivo e também precisa ser amado. Portanto, é recomendável estudar bem como cuidar e consumir o kombuchá.


Ao usar água-viva para fins cosméticos, é necessário levar em consideração suas contra-indicações. Uma vigilância especial deve ser exercida ao usar o kombuchá para o cabelo. Avaliações indicam que os proprietários de cachos secos podem enfrentar uma piora da situação. Uma contra-indicação absoluta da solução medicamentosa é a intolerância individual.

O Kombuchá para cabelo e pele costuma ser combinado com outros cosméticos. Uma abordagem integrada aumenta a eficácia dos procedimentos domésticos.Para que as máscaras e loções sejam mais eficazes, é necessário observar a proporção dos ingredientes e o esquema de preparação.


Assista o vídeo: Trem-Bala - Corais Cover