Em formação

Transplante correto de crianças de Guzmania

Transplante correto de crianças de Guzmania


Guzmania é uma planta de casa com flores da família das Bromélias. Cuidar dele é necessário sem complicações. O período de floração ocorre apenas uma vez, após o qual a planta morre, mas consegue deixar filhos para trás. Esses novos brotos devem ser removidos da planta-mãe e transplantados para um novo recipiente com mistura de solo fresco antes que possam secar. O florescimento dos bebês Guzmania não começará antes de 2 a 3 anos.

Qual é a melhor época para transplantar?

Qualquer época do ano é adequada para o transplante de crianças, mas a primavera é considerada o período mais favorável. Os rebentos devem ter raízes independentes, que serão a chave para um enraizamento bem sucedido. Portanto, para o plantio, recomenda-se a utilização apenas de tomadas-filhas com comprimento mínimo de 10 cm.

Seleção de um vaso de flores

Nem todo vaso de flores é adequado para guzmania devido à localização próxima de seu sistema radicular à superfície do solo. Se o pote for muito fundo, a metade inferior (50% do solo) não será ocupada por raízes e o solo logo começará a azedar. Se você reduzir a frequência e o volume da rega, a superfície do solo secará e a flor não sobreviverá a isso. Ao plantar uma planta em um pequeno vaso, existe a possibilidade de instabilidade. Neste caso, é necessário tornar o recipiente mais pesado com uma camada especial de drenagem ou outro recipiente no qual possa ser colocado um pote com uma planta doméstica. O segundo recipiente para flores pode ser uma bandeja de água e uma decoração decorativa ao mesmo tempo.

Seleção e preparação do solo

Para plantas jovens com sistema radicular frágil, recomenda-se escolher solo leve e solto, com boa permeabilidade à água e com um nível de acidez na faixa de 5,5-7,0. É possível adquirir um substrato destinado a palmeiras, orquídeas ou bromélias, mas é aconselhável adicionar uma pequena quantidade de agulhas de abeto e carvão em pó.

A composição de um substrato auto-preparado deve incluir os seguintes componentes:

  • Opção 1 - areia de rio e casca de pinheiro triturada (uma parte de cada vez), solo turfoso e húmus (duas partes cada), terra folhosa (3 partes), turfa (4 partes);
  • Opção 2 - areia de rio e musgo esfagno (uma parte cada), terra folhosa e casca de árvore conífera esmagada (2 partes cada).

Regras de transplante

Aproximadamente 30% do vaso de flores é imediatamente preenchido com material de drenagem, em seguida, uma camada de três ou quatro centímetros de solo é derramada, formando um monte baixo no meio. Nesta elevação, é necessário colocar as raízes de uma planta jovem, que foi cuidadosamente separada de uma flor adulta, e espalhar suavemente. Adicione a terra para envasamento em pequenas porções e agite levemente a panela para engrossar um pouco. Não é recomendável compactar o solo com as mãos, pois pode danificar a parte frágil da raiz. O colar da raiz deve estar no nível do solo.

Guzmania crianças cuidam

Rega

A água de irrigação durante a primeira rega deve conter "Kornevin". O primeiro procedimento de regar é realizado imediatamente após as crianças serem plantadas em um recipiente separado.

Para que as raízes tenham tempo de respirar entre a umidade do substrato, recomenda-se regar a planta somente após a secagem da camada superficial do solo.

Nível de umidade do ar

As plantas de interior exigem muito do nível de umidade da sala. Deve ser aumentado constantemente. Existem duas maneiras de manter essa umidade. A primeira é borrifar regularmente os jovens estabelecimentos com água fervida em temperatura ambiente. O segundo é o uso de uma palete de argila expandida úmida. É necessário colocar um recipiente com uma planta neste palete e fazer com que a argila expandida permaneça sempre umedecida.

Levará vários meses para que os filhos da Guzmania criem raízes e se adaptem a um novo lugar. Com muito cuidado, a planta florescerá em dois ou três anos.

Como separar os filhos de Guzmania (Guzmania)


TERMOS DE TRADUÇÃO DE SENPOLIA

Ao adquirir um bebê, para começar, sua condição é avaliada. Se for pequeno, parece saudável, há folhas jovens em crescimento, isso significa que o solo está formado corretamente e o bebê criou raízes bem após a separação da folha mterina. Nesse caso, a planta não é perturbada, mas pode crescer até o próximo transbordo.

As variedades padrão são recarregadas 2 a 3 vezes, cada vez aumentando o tamanho do vaso em cerca de 2 cm. Ou seja, se uma criança pequena for plantada em um vaso com um diâmetro de 5 a 6 cm, os próximos transbordos serão em vasos de flores com um diâmetro de 7-8-9 cm ou 7-9 cm, dependendo da taxa de crescimento.

Há, entretanto, uma exceção, em que um transplante rápido do arbusto adquirido é justificado. Esta é uma diferença significativa entre a composição e as propriedades de sua mistura de solo e aquela em que a violeta cresce.

Uma Saintpaulia adulta é transplantada se começar a florescer pior e a parte inferior do caule estiver visivelmente exposta.

Em que época do ano é melhor fazer isso? Quando cultivado em um peitoril de janela sem iluminação adicional, é aconselhável transplantar Saintpaulias antes do início do crescimento ativo da primavera - em dezembro-fevereiro. Fevereiro pode ser considerado o prazo final, já que em março o dia passa a ser igual à noite e as plantas transplantadas oportunas estão prontas para florescer.

Quando cultivadas em um rack com iluminação adicional, as santas são transplantadas ao longo do ano.

Esse procedimento não prejudicará nem mesmo os pontos de floração, você só precisa remover todos os caules e botões de flores pelo menos 1-2 dias antes do transplante.


Descrição da guzmania

Guzmania é um membro da família das Bromélias. É uma planta elegante e peculiar com uma roseta de belas folhas longas.

Na base, as folhas se sobrepõem, formando algo como uma tigela na qual a água flui do mundo ao redor - da chuva, orvalho.

A água é utilizada não só pela planta em condições naturais, mas também por todos aqueles que dela necessitam: os moradores da floresta. As folhas são geralmente monocromáticas, mas existem tipos com faixas longitudinais e transversais. As folhas crescem até um tamanho de 40-70 cm.

Em condições naturais, o diâmetro da roseta de folhas é de 50 cm, existem plantas, ambas com diâmetro menor e com grande cobertura. O visual espetacular é dado à planta não por folhas salpicadas de diferentes padrões, mas por estípulas, que marcam por sua beleza e variedade de cores.

Estípulas marrons, laranja, bordô, brancas, amarelas e vermelhas conferem à Guzmania exotismo e originalidade. Cada planta tem seu próprio tamanho de pedúnculo.

A planta floresce em março ou setembro. As flores são imperceptíveis, mas as estípulas brilhantes com sua aparência envernizada irão surpreender todos que viram esta planta pela primeira vez.

Comprimento das brácteas 4-5cm. Formam uma espécie de inflorescência que confere à guzmania imponência e elegância.

A Guzmania é uma planta que dá força e energia à floração. Dentro de seis meses após a floração, a planta morre. As flores de Guzmania não cheiram.

Guzmania é reconhecida como um símbolo da força masculina. Estando perto de uma flor, os homens sentem uma onda de energia. A flor da casa revigora não só os homens, mas também o restante dos moradores do apartamento. Alivia a depressão, melhora o sono, acalma, melhora o humor, dá força e energia.

Tipos e variedades de guzmania

Atualmente, existem cerca de 130 espécies de guzmânia. Os criadores criaram muitas variedades e híbridos desta planta. Apenas algumas variedades de guzmania são cultivadas em casa. Vamos considerá-los.

  • Donnell-Smith É uma planta autopolinizada. Sua terra natal é o norte do Equador, as florestas tropicais da Costa Rica. Suas folhas são verdes e seus pedúnculos são vermelhos. As folhas têm escamas claras. As folhas têm 60 cm de comprimento e 3 cm de largura. Eles formam uma roseta solta. As brácteas são vermelhas, arredondadas. O pedúnculo está ereto. Floresce em abril-maio.
  • Guzmania vermelho sangue... Sua terra natal é a Colômbia, Costa Rica, Equador. Seu pedúnculo não está desenvolvido. Em um pedúnculo curto, aparecem pequenas flores amarelas, que literalmente flutuam em uma roseta cálice de folhas largas lineares. As folhas estão enroladas para baixo. Durante a floração, não só muda a cor das brácteas curtas, mas também a cor das folhas: é vermelho sangue, depois púrpura e depois rosa profundo. Floresce de abril a agosto. Variedades de "Tricolor" possuem folhas verdes com listras longitudinais.
  • Mosaico Guzmania... Possui folhas de 70cm de comprimento e 8cm de largura. São verdes claros com estrias escuras ao longo de todo o comprimento da superfície superior da lâmina foliar. A parte inferior das folhas é vermelha. As pontas das folhas são pontiagudas. As folhas formam uma roseta que se espalha. A inflorescência forma uma espiga de 15-20 flores sésseis branco-amarelas com brácteas rosa brilhante e sépalas amarelas. A pátria da fábrica é a Colômbia e o Panamá.
  • Guzmania nicaraguense... As folhas são linguais, coletadas em uma cavidade. Acima são de cor vermelha brilhante ou marrom-avermelhada; abaixo, nas folhas, há escamas claras, que eventualmente desaparecem, sendo substituídas por pinceladas vermelhas. O comprimento das folhas é de 6 cm e a largura de 2 cm. Pátria-México. As flores são dispostas em caules curtos. A inflorescência é fusiforme, porque as pétalas crescem juntas para formar um tubo. As brácteas são pontiagudas e têm 5cm de comprimento.
  • Guzmania de uma cabeça originou-se das florestas tropicais do norte do Brasil, Peru, Sul da Flórida, Índias Ocidentais e Nicarágua. Possui uma roseta de folhas verde-amarelas. A parte inferior das folhas é de cor mais pálida. Folhas superiores com pinceladas vermelhas. O comprimento das folhas é de 40 cm e a largura é de 2 cm. Uma característica distintiva desta guzmania é uma haste cilíndrica de várias fileiras com flores brancas de 15 cm de comprimento. Flores eretas com pétalas fundidas são circundadas por brácteas de película fina.
  • Guzmania Tsana cresce naturalmente na Colômbia. Possui folhas pontiagudas, cujo comprimento pode chegar a 70cm, com largura de 3cm. As folhas são de cor verde-avermelhada ou amarelo-esverdeada com nervuras longitudinais de tonalidade vermelha. O tamanho da inflorescência da panícula é de 25cm. As flores são amarelas douradas. As brácteas são de cor laranja ou vermelha.
  • Cana de guzmania frequentemente cultivado em casa. Tem um sistema radicular fraco e caules curtos. As folhas são verdes, mas existem variedades com folhas listradas. As folhas formam uma densa roseta em forma de tigela na qual a água se acumula. As folhas superiores são laranja ou vermelhas. As folhas têm 45cm de comprimento e 4cm de largura. A inflorescência em escudo é curta, composta por 50 flores. As flores são amarelas. Eles são decorados com brácteas vermelhas. O diâmetro da inflorescência é de 7cm. O comprimento de cada flor amarela é de 4 cm. A planta floresce no início da primavera ou no inverno.

Existem várias variedades de junco Guzmania.

  • isto Lingulata - uma grande planta. As folhas são monocromáticas sem padrão. A inflorescência é rosa ou vermelha.
  • Rondó menor –Planta compacta, a altura não excede 25cm. As folhas são verdes ou verde-avermelhadas com 2,5 cm de largura. As inflorescências são vermelhas ou amarelo-limão. Eles estão eretos, às vezes espalhando-se.
  • As brácteas vermelhas da variedade "Cаrdinalis" mostram-se espetacularmente nos parapeitos das janelas dos apartamentos dos floristas.
  • Guzmania Ostara surgiu devido ao cruzamento do junco Guzmania e da espécie Guzmania witmackii. Folhas verdes brilhantes e estípulas vermelhas brilhantes enfatizam o exotismo da planta.
  • Guzmania Tempo tem estípulas vermelhas brilhantes. E as lindas folhas verde-douradas formam uma roseta que se espalha.

Cuidado guzmania

A planta adora calor. Se estiver se preparando para a floração, a temperatura do ar deve ser de +25 graus, durante os quais 20 graus são suficientes.

Mas não deixe a temperatura da sala passar dos 27 graus, pois o tempo de floração será bem menor. Uma planta que não floresce pode suportar temperaturas de pelo menos 13 graus.

Guzmania é uma planta que ama a luz, mas a luz solar direta a destrói. Deve ser colocado em local com luz difusa ou sombra parcial.

Esse lugar pode ser um suporte perto da janela, onde a luz solar quente não penetre. Se as janelas estão no lado ensolarado, você precisa sombrear a planta com um pano ou folha de papel.

Mas no inverno, a guzmania cresce bem no peitoril da janela. Se a planta não tiver iluminação suficiente, coloque uma fonte de luz adicional ao lado dela. Essa fonte pode ser uma lâmpada fluorescente, que deve iluminar a guzmania por pelo menos 8 horas por dia.

Guzmania não gosta de correntes de ar e mudanças bruscas de temperatura, portanto, ao arejar uma flor caseira deve ser protegida das correntes de ar frio.

A cobertura deve ser feita uma vez por mês, de março a setembro. Devem ser usados ​​fertilizantes para bromélias. Eles devem estar livres de cobre e boro, que afetam negativamente a saúde das plantas. Eles precisam ser introduzidos durante a rega da planta na forma líquida.

A Guzmania floresce no quarto ano de vida. Se a planta não florescer, então você precisa estimulá-la: coloque um saco plástico sobre ela, coloque 3-4 maçãs dentro e amarre.

As maçãs liberam etileno, que estimula a floração. A estimulação é realizada por 10 dias. Ao mesmo tempo, você precisa abrir o polietileno diariamente para ventilação. As maçãs devem estar saudáveis ​​e sem apodrecimento. A luz solar direta não deve ser permitida.

Guzmania e ar úmido são necessários. Para isso, é necessário borrifar a guzmania diariamente com água destilada ou pelo menos filtrada, e isso deve ser feito de outubro a fevereiro apenas pela manhã.

Ao pulverizar, certifique-se de que não entra água nas brácteas, o que irá encurtar o tempo de floração.

Como regar guzmania

Toda a família das Bromélias é sensível ao cloro e à cal, por isso a rega também deve ser feita com água morna destilada. (20 graus)

A rega é necessária para a planta, quando aparecerem sinais de ressecamento do coma terroso, não permitir que a terra seque completamente. Você pode regar na saída das folhas.

A rega depende da umidade do ar e da iluminação que você criou para ela. Se estiverem abaixo do recomendado, regue com menos frequência. Na primavera e no verão, durante o período de crescimento ativo, a guzmania requer regas abundantes.

Transplante de guzmania

Se você comprou uma planta em uma loja, ela deve ser transplantada. Eles escolhem um vaso de tamanho médio porque a guzmania tem um sistema radicular pequeno.

A planta é transplantada uma vez a cada 3-4 anos, sem esmagar o solo nas raízes. Para transplante use o conjunto "Jardins da Aurica para Bromélias".

Se não tiver esse fertilizante, pode compor o substrato você mesmo: pegue 2 partes de musgo esfagno, 2 partes de casca de pinheiro, 1 parte de solo frondoso e 1 parte de areia. Esta composição será um excelente substrato para sua planta.

Propagação de plantas

A planta de casa se propaga por meio de crianças e sementes. Quando a guzmania desaparece, muitas crianças com raízes aparecem na base. Preste atenção em como propagar adequadamente a planta pelas crianças.

  • Corte o bebê com cuidado. Cuidado: as raízes da planta são muito frágeis e quebradiças.
  • Coloque o bebê no substrato em um recipiente. Nesse caso, as crianças devem ficar em um saco plástico até ficarem fortes. Eles precisam ser constantemente ventilados.
  • Em seguida, transplante-os para sua residência permanente usando o método de transbordo. O substrato para guzmania deve ser permeável com acidez de 5, 5 a 7. Um dos substratos recomendados pode ser uma mistura de casca e 5% de carvão vegetal.

A propagação de plantas também pode ser por sementes... Este é um processo mais demorado. As sementes são plantadas no solo para as Bromélias, misturadas com areia.

Eles não são cobertos com terra, mas cobertos com uma película. Dentro de 2-2,5 meses, eles são ventilados e pulverizados. A temperatura de germinação deve ser + 22 + 24 graus.

O recipiente com as colheitas deve estar em um local bem iluminado.Em seguida, eles são mergulhados em um recipiente especial e, após 6 meses, são transplantados para um local de residência permanente.

Problemas de cultivo de plantas

Quando você cultiva guzmania, pode enfrentar vários problemas.

Um dos problemas comuns é a falta de floração em uma planta de casa. Existem vários motivos pelos quais a planta não floresce:

  • A época de floração da planta ainda não chegou (ela floresce de 3 a 5 anos após o plantio).
  • Cuidado impróprio. Guzmania pode se recusar a florescer devido ao não cumprimento do regime de irrigação. Devido à umidade excessiva do solo, as raízes e a roseta de folhas podem apodrecer. Se você vir apodrecimento no caule, verifique com urgência se o solo do vaso está úmido, reduza a irrigação e transplante a planta, se necessário.
  • O aparecimento de pragas na sala guzmania.
  • Infecção da flor.

A planta seca. É importante prestar atenção se a planta morre após a floração ou antes dela. Se a flor já desbotou, o pedúnculo seca e depois a própria planta. Este é um processo natural, após a floração, a guzmânia morre.

As folhas de Guzmania podem secar. As bordas das folhas ficam marrons, ressecam ou dobram para dentro em direção ao funil, ou seja, buscam umidade. Os motivos são ar seco, rega com água dura e ausência de folhas de água no funil.

Manchas marrons ou marrons claras aparecem na planta. Estas são queimaduras de luz solar direta. Para evitar o aparecimento de manchas na guzmania, remova a planta longe do sol ativo. Mova a planta para um local com luz difusa. Depois de borrifar ou tomar banho, não exponha a gusmania diretamente no peitoril da janela, deixe-a secar longe da luz forte.

Guzmania desapareceu, mas as crianças não aparecem. Espere um pouco, eles vão sair. Só não se esqueça de cortar o caule da planta-mãe desbotada. O desenvolvimento das crianças é prejudicado pelo amadurecimento das sementes.

Uma flor branca apareceu nas folhas da planta devido à irrigação com água não filtrada. A planta perde suas folhas. O motivo é o ressecamento do coma terreno.

As folhas inferiores da guzmania secam. As plantas precisam de água, mas não encha demais. É melhor regar a guzmania no funil de saída pela manhã. Principalmente durante o período de crescimento, é necessário que haja água nele, troque periodicamente.

Pragas da guzmania

Como todas as plantas de interior, a guzmania sofre de pragas. É atacado por ácaros, insetos cochonilhas e vermes da raiz.

A cochonilha é um inseto arredondado de um e meio a quatro milímetros de comprimento, do amarelo ao marrom avermelhado. Parece uma placa.

Escamas são fixadas na parte inferior da folha até as veias. Um inseto adulto é coberto por um escudo de cera, que resgata dos inseticidas. As bainhas se alimentam da seiva das plantas.

A presença de cochonilhas na guzmânia é evidenciada por secreções doces e pegajosas nas folhas. Se a lesão for grande, as folhas ficam amarelas.

Um fungo fuliginoso aparece nas secreções doces das cochonilhas, que recobrem as folhas da planta. Limpe as bainhas com uma escova de dentes ou pano umedecido em álcool ou solução de sabão.

Você pode usar uma emulsão de querosene de sabão. Se a planta estiver muito infestada, trate a guzmania com Karbofos ou Aktellik. Se esses remédios não ajudarem, corte as partes afetadas da planta.

O fungo fuliginoso cobre a superfície superior das folhas. Aparece nas secreções de insetos, pulgões, cochonilhas. Por si só não é perigoso, mas prejudica o efeito decorativo da planta e não permite que ela respire, a fotossíntese é interrompida. Lave a planta com água e sabão.

A praga mais perigosa da guzmania, como outras plantas de interior, é o ácaro-aranha. Este é um artrópode translúcido de 0,1-0,3 mm de tamanho, portanto, não é visível a olho nu. As larvas são ainda menores.

Quando um ácaro-aranha é afetado, uma teia de aranha aparece nas folhas da guzmania, elas se transformam em mármore, ficam amarelas e caem. Os ácaros da aranha aparecem devido ao ar seco.

Aumente a umidade. Para se livrar da praga, lave as folhas da planta com sabonete inseticida. Se este método não ajudar, borrife a guzmania com a preparação "Decis" ou "Fosbecida" (0,03 - 0,05%). Ventile a sala.

Os insetos Mealybug são de forma oval com cerdas ao longo das bordas. Seu comprimento é de 5 mm. A cochonilha está localizada nas hastes e folhas da planta. O corpo é coberto por uma penugem branca como o algodão.

Lave a planta com água e sabão, trate os locais de difícil acesso com gaze embebida em álcool ou colônia. Remova as partes afetadas da planta e trate a guzmania com "Karbofos".

Flor exótica de guzmania, atendimento domiciliar, que não será difícil, vai deliciar você por muito tempo.

O principal é seguir as regras de cuidar dela e não se esquecer de cortar e plantar os bebês depois que a planta mãe morrer. Desta forma, você preservará as características da variedade.


Diferenças entre variedades populares

Cultivadores experientes e iniciantes geralmente cultivam apenas alguns dos tipos mais populares desta planta tropical. Existem muitos híbridos com inflorescências multicoloridas, e todos eles são capazes de decorar qualquer espaço de escritório ou interior de apartamento.

As variedades mais populares de guzmania são:

    Donnell-Smith... Ela tem inflorescências amarelas brilhantes, folhas verdes com escamas de cor pálida. Ela floresce no início de abril, liberando um pedúnculo ereto vermelho brilhante na forma de uma pirâmide. Pode propagar-se facilmente por sementes com um tufo longo.


Guzmania poda

Para esta planta de casa, apenas a poda sanitária de folhas secas e doentes é usada. Em outros tipos de poda, uma flor compacta não precisa de nada.

Métodos de poda

As folhas problemáticas são cortadas com uma faca afiada ou um podador na base - o mais próximo possível. Se, após o corte, o tecido vivo permanecer aberto, a ferida é coberta com cinza de madeira para desinfetar a superfície e evitar a entrada de micróbios e fungos patogênicos.


Doenças e pragas da guzmania

Se as práticas agrícolas não forem seguidas e a defesa imunológica for reduzida, as bromélias são atacadas por fungos que causam podridão cinzenta e raiz.

Botrytis se desenvolve com mais freqüência em alta umidade e mudanças bruscas de temperatura. Manchas marrons nas folhas da guzmania, cobertas com penugem cinza, são o primeiro sinal de podridão cinza. As manchas crescem gradativamente, as folhas mudam de cor e murcham, a flor perde o efeito decorativo.

Com a podridão da raiz, as placas das folhas caem, tornam-se parcialmente amarelas e ficam sem vida. Para descobrir o motivo, a planta é cuidadosamente removida do solo, as raízes são checadas. Se eles ficaram pretos e perderam sua elasticidade, então os fungos patogênicos esperaram por um ambiente favorável para o desenvolvimento e a reprodução. Um ambiente adequado para a infecção micótica é o alagamento, que leva à formação de um coma pegajoso de terra.

No estágio inicial da doença, a guzmania pode ser salva colocando a planta em quarentena. Certifique-se de aparar e descartar as peças danificadas. Se os botritos estiverem infectados, a cultura é pulverizada com fungicidas sem expor as raízes. Use drogas Horus, Teldor, que não deixam queimaduras nas folhas.

Com a podridão das raízes, o arbusto é retirado, lavado com água e as raízes são embebidas em uma solução de Previkur, Oxykhom ou Ordan. Em seguida, a saída é transplantada, tendo-se previamente desinfetado o pote e substituído o substrato.

Os insetos são pragas que se alimentam da seiva celular de Guzmania:

  • cochonilhas, reconhecíveis por uma camada branca nas nervuras das placas das folhas
  • bainhas que secretam uma almofada pegajosa
  • ácaros da aranha envolvendo a folhagem com uma fina teia de aranha.

A luta contra cochonilhas e cochonilhas começa limpando os locais onde os insetos se acumulam com um cotonete umedecido com uma solução de sabão em pó. Se os remédios populares não ajudarem, use inseticidas Aktara, Mospilan, Tanrek de acordo com as instruções.

Quando infectada com um carrapato para matar insetos adultos e larvas, a planta é borrifada 2-3 vezes com acaricidas - Sunmight, Apollo, Omayt.


Como determinar quando transplantar violetas

As flores de interior não são suficientes para plantar uma vez num vaso de flores e deixar que continuem a crescer como bem entendem. Com o tempo, a planta fica apertada em seu vaso nativo e retarda significativamente seu desenvolvimento, para de florescer ou começa a murchar diante de nossos olhos. Isso é especialmente verdadeiro para violetas de interior, das quais já é difícil conseguir a floração. O transplante anual de violetas não só contribui para a sua floração exuberante, mas também permite esconder a parte inferior do caule, que acaba por ficar feia e nua.

A necessidade de um transplante é evidenciada por um caroço de terra firmemente trançado por raízes

Você pode entender que é hora de transplantar as violetas Uzambara por uma flor branca na superfície do solo - este sinal sinaliza a baixa permeabilidade do solo ao ar e uma abundância de minerais. Além disso, a necessidade de um transplante é evidenciada por um caroço de barro firmemente trançado por raízes, basta retirar a violeta do vaso para ter certeza disso.

Vídeo de transplante de violeta

Floristas iniciantes certamente terão uma pergunta: é possível transplantar violetas no outono? Em princípio, o transplante pode ser realizado em qualquer época do ano, porém, no inverno na Rússia, a falta de luz solar afeta, então a adaptação das plantas ocorre melhor com um transplante de primavera. Se você puder fornecer iluminação suficiente para as Saintpaulias, poderá replantá-las também no outono e no inverno. Nos dias quentes de verão, é melhor não fazer o transplante, pois dificilmente as plantas criarão raízes.

Independentemente da estação do ano, é indesejável o transplante de violetas durante a floração, a partir do aparecimento dos botões, pois esse procedimento suspende a floração por um tempo. E por que se apressar para transplantar - já que a violeta está florescendo, significa que tem o suficiente neste vaso também, transplante depois que as flores murcharem. Mas se o solo se acidificou no vaso ou surgiram parasitas, não perca tempo pensando: "É possível transplantar uma violeta florescendo?" Em casos de emergência, para salvar uma planta com flores já aparecidas, pode-se usar o método de transbordo (falaremos sobre isso a seguir), apenas corte os botões de antemão para que a violeta tenha força suficiente para enraizar.

Independentemente da época do ano, é indesejável o transplante de violetas durante a floração, a partir do aparecimento dos botões


Como transplantar uma violeta de várias maneiras

Tendo escolhido o momento certo para transplantar violetas, comprando vasos com o diâmetro necessário e preparando solo fresco, você pode iniciar o próprio processo de transplante. Resta apenas decidir qual dos três métodos é o mais adequado.

Transplante com reposição completa do solo

Para violetas Uzambara adultas, em que o caule está visivelmente nu, este método é preferível quando as plantas murcham e o solo se torna ácido. Sua vantagem é que o solo é totalmente renovado e o sistema radicular da flor é limpo, dando a oportunidade de inspecionar as raízes, removendo as podres e velhas. Para fazer isso, a violeta é cuidadosamente retirada de seu pote, a terra é sacudida de suas raízes, todas as folhas amareladas e pedúnculos são removidos, os cortes são pulverizados com carvão.

Se você removeu muitas raízes, use um recipiente de transplante de diâmetro menor.

Se você removeu muitas raízes, use um recipiente de diâmetro menor para o transplante. Despeje a drenagem no fundo, depois um morro de terra fresca e coloque as raízes de Saintpaulia sobre ela, acrescente a terra de cima ao nível das folhas de baixo, batendo no vaso - assim a terra se assentará melhor. Depois de um dia, a planta pode ser regada e mais terra pode ser adicionada para que a perna violeta não fique exposta.

Substituição parcial do solo

Na maioria dos casos, com o transplante planejado de jovens violetas Uzambar, especialmente as miniaturas, a renovação parcial do solo é suficiente. Este método permite que você transplante suavemente a planta cultivada em um vaso maior sem danificar o sistema radicular. O transplante é feito da mesma forma que o descrito acima, mas ao retirar a Saintpaulia do vaso, apenas o solo que se esfarela é sacudido das raízes, deixando um pequeno caroço de terra.

Transferência por método de transbordo

Como mencionado anteriormente, o transbordo é adequado para transplante urgente de plantas com flores, bem como para crianças pequenas e para violetas, nas quais a roseta cresceu três vezes o diâmetro do vaso. O torrão de terra da flor é completamente preservado durante o transbordo - isso deve ser monitorado cuidadosamente removendo a violeta do vaso.

Vídeo sobre o plantio (transbordo) de violetas em um pavio

Encha o vaso de transplante em um terço com drenagem, acrescente um pouco de terra fresca e, inserindo um vaso velho vazio no centro do novo, preencha todo o espaço entre eles com terra. Lembre-se de bater nas laterais do vaso para compactar o solo. Agora, o pote antigo pode ser removido e uma violeta com uma massa de barro colocada em seu lugar, de modo que as superfícies da terra velha e nova fiquem no mesmo nível. A transferência das violetas está concluída.

Para obter uma bela planta simétrica com floração exuberante, você precisa aprender muito: como cultivar Saintpaulia a partir de uma folha pequena, como cuidar dela, como plantar uma violeta depois que os bebês aparecem e como transplantar plantas anualmente. Deixe tudo isso levar muito tempo, mas como recompensa, sua violeta uzambara irá regularmente deliciá-lo com lindas flores!


Assista o vídeo: como plantar tomates cereja e uva em vasos guia completo e definitivo