Interessante

Árvores frutíferas da Zona 6 - Plantando árvores frutíferas nos jardins da Zona 6

Árvores frutíferas da Zona 6 - Plantando árvores frutíferas nos jardins da Zona 6


Por: Liz Baessler

Uma árvore frutífera pode ser um complemento indispensável para o jardim. Produzindo flores lindas, às vezes perfumadas, e frutos saborosos ano após ano, uma árvore frutífera pode acabar sendo a melhor decisão de plantio que você já tomou. Continue lendo para saber mais sobre quais árvores frutíferas crescem na zona 6.

Árvores de Fruto para Jardins da Zona 6

Aqui estão algumas boas árvores de fruto para as paisagens da zona 6:

Maçãs - Talvez a árvore frutífera de jardim mais popular, as maçãs vêm em uma ampla gama de variedades que funcionam bem em diferentes climas. Algumas das melhores correspondências para a zona 6 são:

  • Honeycrisp
  • Gala
  • Halareds vermelhos
  • McIntosh

Peras - As melhores peras europeias para a zona 6 são:

  • Bosc
  • Bartlett
  • Conferência
  • Resgate

Peras asiáticas - Diferente das peras europeias, as pereiras asiáticas têm algumas variedades que se dão bem na zona 6. Algumas das melhores são:

  • Kosui
  • Atago
  • Shinseiki
  • Yoinashi
  • Seuri

Ameixas - As ameixas são uma ótima opção para os jardins da zona 6. Boas variedades europeias para a zona 6 incluem Damson e Stanley. Boas variedades japonesas são Santa Rosa e Premier.

Cerejas - A maioria das variedades de cerejeiras terá um bom desempenho na zona 6. As cerejas doces, que são melhores para comer frescas da árvore, incluem:

  • Dobrado
  • Stella
  • Amada
  • Richmond

Você também pode cultivar com segurança muitas cerejas ácidas para fazer tortas, como Montgomery, North Star e Danúbio.

Pêssegos - Alguns pessegueiros têm bom desempenho na zona 6, especialmente:

  • Candura
  • Elberta
  • Halehaven
  • Madison
  • Redhaven
  • Reliance

Damascos - As árvores de damasco Chinese Sweet Pit, Moongold e Sungold são todas variedades que lidam bem com as condições da zona 6.

Este artigo foi atualizado pela última vez em


Plantar Árvores Frutíferas

Na maior parte do país, as árvores frutíferas devem ser plantadas no início da primavera. Onde os invernos são amenos (USDA Hardiness Zone 7 e sul), o outono é a época de plantio preferida. Isso permite que as raízes se estabeleçam melhor antes que as árvores surjam na primavera seguinte. O plantio de outono é um pouco arriscado, mas os invernos podem causar danos.

Plante as árvores no dia em que as conseguir, se possível. Se as condições climáticas atrasarem o plantio, mantenha as raízes úmidas até que você possa plantar. As árvores de raiz nua serão embrulhadas em turfa úmida ou um material semelhante ao obtê-las, deixe intactas ao abrir o pacote e adicione água conforme necessário. Regar as árvores de contêineres de bolas e serapilheira conforme necessário. Mergulhe as raízes nuas em um balde de água por algumas horas antes de plantar, mantendo-as na água até o plantio. Cave buracos de plantio alguns centímetros mais profundos e 2 vezes mais largos do que as raízes se espalham. Certifique-se de combinar o tamanho do furo com o tipo de porta-enxerto. Coloque as árvores em porta-enxertos padrão (incluindo variedades anãs genéticas) com a união do enxerto alguns centímetros abaixo do nível do solo para reduzir o rebentamento da raiz. (Se a árvore for germinada bem alto - cerca de trinta centímetros do solo - coloque-a apenas alguns centímetros mais fundo do que cresceu no viveiro.) Coloque as árvores em porta-enxertos pequenos com a união do enxerto vários centímetros acima do solo se a união for enterrado, a variedade pode enraizar e superar o efeito de nanismo do porta-enxerto. Defina árvores entre hastes com a metade entre hastes acima e a outra metade abaixo do solo.

Em todos os três casos, defina as árvores um pouco mais altas do que você deseja. Monte o solo ligeiramente (3 a 4 polegadas de altura e 1 pé de diâmetro) ao redor do tronco para ajudar a drenagem e reduzir os problemas de apodrecimento da copa. Não adicione fertilizante de qualquer tipo na cova de plantio ou mude drasticamente a textura do solo. Nunca adicione nenhum material que possa queimar as raízes, como fertilizantes químicos, esterco fresco ou bolas de naftalina. O composto pode ser misturado à cova de plantio apenas se o solo for muito pobre, e não adicione mais do que algumas pás - ele pode mudar a textura do solo e causar uma drenagem deficiente.

Corte, em vez de dobrar, quaisquer raízes quebradas e quaisquer raízes extralongas. Espalhe as raízes no buraco e aperte o solo ao redor delas com firmeza. Bolsas de ar ao redor das raízes podem matar as árvores. Cerque o tronco de cada árvore com um protetor de rato e coelho de 14 polegadas antes de preencher o buraco completamente. Coloque a proteção de forma que as 5 polegadas inferiores fiquem abaixo do solo quando o buraco for preenchido com solo. Despeje 2 litros de água ao redor de cada árvore recém-plantada para encharcar completamente o solo.

Só podar árvores plantadas na primavera se não for feito no viveiro. Espere até o início da primavera para podar as árvores plantadas no outono, se necessário. Ao podar, corte as árvores a cerca de 30 centímetros do solo, logo acima de um botão. Essa poda ajuda a ajustar os topos ao sistema radicular, que foi podado no transplante, e evita estressar demais as raízes.

Se a árvore tiver galhos, remova aqueles que estão a menos de 18 polegadas do solo. Se algum galho forte acima dessa altura surgir do tronco em um ângulo amplo e nas posições desejadas, você pode deixá-lo, mas corte-o pela metade. Corte todos os galhos com ângulos estreitos, mesmo se você ficar com poucos ou nenhum galho lateral. Os botões do tronco crescerão em ramos laterais que você pode treinar para obter ângulos melhores. Comece a treinar árvores no início do verão.


Tarefas de jardinagem por zona de plantio

Zona de plantio três

1. Verifique as coisas

Está se aproximando o tempo em que você pode começar a plantar sementes. Agora é a hora de verificar tudo e certificar-se de que está tudo em ordem.

Certifique-se de ter os suprimentos de que precisa, as sementes de que precisa e as luzes de cultivo também estão funcionando.

2. Organize-se

Este é o mês de tudo organizado. É difícil saber do que você precisa mais se não souber do que começar.

Portanto, reserve um tempo para organizar suas sementes e colocá-las em ordem, desde as que você vai começar primeiro até aquelas que devem ser semeadas diretamente.

3. Loja

Finalmente, este é o mês para fazer compras, se você mora na zona três. Depois de se organizar, você pode começar a procurar ofertas locais.

Pesquise todas as suas necessidades iniciais de sementes e tenha tempo para comparar os preços. Isso garantirá que você esteja pronto e também economizará alguns dólares.

Zona de plantio quatro

1. Hora de começar

A Zona quatro dará a você a oportunidade de colocar as mãos na terra. Neste mês, você pode começar a preparar amores-perfeitos, cebolas e aipo.

No entanto, eles devem ser iniciados dentro de casa e sob luzes de cultivo. Embora não seja o mesmo que jardinagem ao ar livre, isso deve levar você um passo mais perto.

2. Jardim interno

Seu corpo está gritando com você porque deseja verduras frescas? Nesta época do ano, todos os anos, começo a desejar produtos frescos.

Bem, você pode obter um salto no frescor iniciando a alface dentro de casa. Isso deve dar a você a oportunidade de ter alface cultivada em casa antes mesmo do clima esquentar.

Zona de Plantio Cinco

1. Deixe as sementes fluírem

Este pode ser um mês potencialmente agitado para quem vive na zona cinco. Você começará a plantar uma variedade de sementes dentro de casa neste mês.

Se você cultivar luzes, pode começar com alface, cebola, aipo e variedades precoces de tomate. Isso deve ser um ótimo começo para o seu jardim.

2. Coloque a estufa para funcionar

Se você tem uma estufa ou molduras frias, eles podem ajudá-lo a começar a semear certas sementes ao ar livre, mesmo antes que as temperaturas aumentem.

Portanto, se você tiver qualquer uma dessas opções, você pode direcionar a semeadura de rabanetes e espinafre. Eles também são bastante saudáveis ​​e crescem rapidamente.

Zona de plantio seis

1. Dê um pulo nas coisas

Este mês, na zona seis, você começa a começar a plantar as sementes dentro de casa. Certifique-se de ter luzes de cultivo para dar às sementes a melhor chance de sucesso.

Você pode preparar cebolas, brócolis, repolho, couve-flor e couve de Bruxelas dentro de casa. Quando eles estiverem prontos para o transplante, isso deve dar a você um jardim com muita variedade.

2. Planta ao ar livre

Este item pode exigir que você espere até um pouco mais tarde no mês, mas uma vez que o solo tenha derretido, é um jogo justo.

Você ainda tem alguns arbustos, rosas ou árvores que gostaria de adicionar à sua propriedade? Bem, uma vez que o solo vai cooperar, ocupe-se com o plantio. Fevereiro é a época perfeita.

3. Os tomates estão chegando

A maioria das pessoas temem que esperar até mais tarde para começar a plantar sementes de tomate, mas isso não precisa ser uma preocupação.

Existem certas variedades iniciais que podem ser iniciadas agora. Se você é um amante de tomate e quer saborear um tomate caseiro o mais rápido possível, comece suas sementes este mês. Certifique-se de iniciá-los dentro de casa e sob as luzes de cultivo.

4. Recorte, Recorte

Embora o ar ainda esteja fresco e fresco, suas árvores e arbustos ainda devem estar cochilando (também conhecido como dormentes).

Bem, este é o momento perfeito para podar. Use a oportunidade para modelar quaisquer árvores frutíferas, videiras ou arbustos em sua propriedade.

Zona de plantio sete

1. Tempo para o transplante

Fevereiro é uma ótima época para transplantar uma variedade de vegetais. Você pode transplantar alface, repolho e cebola ao ar livre este mês.

No entanto, lembre-se de que ainda haverá algumas fotos frias. Portanto, você deve estar pronto para proteger as plantações do frio, cobrindo-as quando necessário.

2. Semear Direta

Fevereiro pode ser um mês frio, mesmo na zona sete. No entanto, ainda existem algumas sementes que estão prontas para serem plantadas diretamente em seu jardim.

Se você gosta de espinafre, ervilhas e nabos, eles estão prontos para serem adicionados ao seu espaço de cultivo. Você também pode semear rabanetes e variedades mais resistentes de alface.

3. Vamos começar a festa

Depois de terminar de semear as sementes ao ar livre, volte para dentro, pois a festa está pronta para começar. A festa da sementeira, quero dizer.

Este mês é a hora de começar a usar ervas com sementes dentro de casa. Você também pode iniciar petúnias e bocas-de-lobo dentro de casa. Certifique-se de usar luzes de cultivo.

Zona de Plantio Oito

1. Cuide do seu solo

Já que está quase crescendo, é hora de colocar o solo em pé. Verifique o solo em seus canteiros elevados, ao redor de suas árvores e arbustos.

Se sua aplicação anterior de cobertura morta ou composto desapareceu durante os meses de inverno, agora é a hora de adicionar mais composto onde for necessário.

2. Hora da batata

Batatas são um dos meus vegetais favoritos. Eles são fáceis de cultivar, fáceis de armazenar e as batatas cultivadas em casa têm um sabor delicioso.

Bem, por volta da terceira ou quarta semana de fevereiro, é hora de plantar suas batatas. Coloque-os no solo e observe-os crescer.

3. Planta, planta, planta

Enquanto você está plantando batatas, prepare-se para plantar outros itens também. Você pode semear folhas de alface em seu jardim.

Você também pode plantar verduras. Certifique-se de semear a cada duas semanas para manter a colheita. Plante rosas durante esta época também. Certifique-se de podar e cobrir as rosas que você já plantou.

4. Tempo para um corte

As árvores frutíferas exigem muito cuidado nesta época do ano, mas a boa notícia é que o que você coloca nelas agora, você colherá mais tarde.

Portanto, reserve um tempo para podar suas árvores frutíferas. Além disso, adicione lima-enxofre à árvore (na forma de spray) para combater as pragas quando a árvore começar a formar pequenos botões.

Zona de plantio nove

1. Cuide do seu solo

Seu solo é onde suas plantas obterão os nutrientes de que precisam para crescer adequadamente. Resumindo, seu solo é importante.

Portanto, você deve cuidar disso. Agora é a hora de adicionar composto e estrume podre ao solo e dar às suas plantas o melhor solo para crescer.

2. Tomates, pimentões e berinjelas

Você ama tomates, pimentões e berinjelas? Prepare-se para fazer sua dança feliz porque é hora de começar.

Você pode começar cada um desses vegetais a partir de sementes dentro de casa, mas eles devem ser cultivados sob uma luz de cultivo.

3. Hora da Flor

Todos os anos eu digo que vou cultivar minhas flores a partir de sementes e na maioria dos anos eu me preocupo em plantar meus vegetais e esqueço minhas flores.

Não faça isso. Em vez disso, reserve um tempo este mês para começar suas petúnias e gerânios dentro de casa. Quando elas crescerem e se tornarem flores lindas, você ficará feliz por isso.

4. Tempo para plantar

Fevereiro está cheio de itens que você pode plantar. É o mês perfeito para plantar arbustos, árvores e rosas nesta zona de plantio.

Mas você também pode direcionar rabanetes, ervilhas, cenouras, espinafre, cebola e repolho. Você estará mastigando vegetais frescos em nenhum momento.

Zona de plantio dez

1. Hora de semear

Este é um mês agitado para o plantio na zona dez. Você pode semear pepino e milho em seu jardim. Esteja pronto para protegê-los de potenciais geadas.

Você também pode direcionar a semeadura de rabanetes, beterrabas e cenouras neste mês. No entanto, certifique-se de escolher variedades de crescimento rápido. Isso garantirá a colheita antes que as coisas aqueçam nesta área.

2. Transplante e comece de novo

Outra tarefa a ser realizada neste mês é transplantar todas as pimentas que você possa ter começado antes. Esteja preparado para protegê-los de possíveis geadas.

Você também deve reservar um tempo este mês para começar a comer quiabo e batata-doce dentro de casa. Você ficará feliz por ter chegado a época da colheita.


Como cuidar de suas árvores frutíferas no verão

O verão está chegando e as árvores frutíferas que crescem em seu quintal provavelmente estão crescendo quando as frutas chegam. Esta é a época mais importante do ano para o cuidado das árvores frutíferas. Aqui estão algumas dicas de como cuidar de suas árvores frutíferas no verão.

1. Inspecione-os regularmente

Dê inspeções regulares aos galhos, cascas, folhas e frutos de suas árvores frutíferas. Procure doenças ou insetos e aplique os controles apropriados para esses problemas. A prevenção é melhor do que a cura quando se trata de insetos, portanto, cuide deles antes que eles se instalem. Árvores frutíferas especialmente raras, como a laranjeira, precisam de inspeções adequadas todos os anos.

2. Água Freqüentemente

Como qualquer outra coisa, as árvores frutíferas precisam de água para desenvolver os frutos de maneira adequada. Você deve regar suas árvores com pouca freqüência e profundamente, em vez de com freqüência e superficialmente. Se suas árvores estão em solo arenoso, dê-lhes água nova a cada uma ou duas semanas, dando-lhes água suficiente para que afundem 60 centímetros no solo. Regue as árvores em solos argilosos a cada duas a três semanas. A frequência com que você rega as árvores varia de acordo com as condições climáticas. Regue menos as árvores em épocas de chuva e com mais frequência durante as secas. A chave é garantir que suas plantas recebam água suficiente de uma forma ou de outra. Deixe a Mãe Natureza assumir se ela estiver disposta.

3. Use cobertura morta para controlar o crescimento de ervas daninhas

Sua árvore frutífera precisa estar o mais livre de ervas daninhas possível. Espalhe uma camada de cobertura morta com alguns centímetros de espessura sobre a zona da raiz da árvore, mas não deixe que a cobertura encoste na árvore. O mulch cria um anel proibido ao redor do tronco, para que não seja danificado por um strimmer ou cortadores de grama. A cobertura morta reduz a competição de ervas daninhas por árvores mais jovens e mantém o solo úmido, então você não precisa regar tanto. Escolha cobertura orgânica que se decompõe para fornecer nutrientes extras às árvores.

4. Fertilizar árvores quando necessário

Você precisará pensar um pouco sobre o quanto deve fertilizar a árvore frutífera. Depende de quão bem suas árvores estão crescendo. Colocar composto próximo à base das árvores jovens e na linha de gotejamento para as árvores mais velhas é uma boa prática. O fertilizante de que você precisa depende da qualidade do solo e do crescimento das árvores. Por exemplo, as macieiras não produtivas devem crescer entre 24 e 36 polegadas, enquanto as pereiras crescem entre 30 e 26 polegadas.

O crescimento é diferente para árvores frutíferas. Maçãs frutíferas têm entre 30 e 60 centímetros de crescimento do broto, enquanto os brotos da pêra crescem entre 15 e 30 centímetros durante os períodos de crescimento. As árvores frutíferas requerem um pH entre 6,5 e 7,0. Recomendamos a aplicação de fertilizantes no início do verão para evitar o estímulo de novos crescimentos muito perto do inverno. Pense nisso como tomar café antes de dormir. O tempo é tudo com o cuidado da árvore.

5. Desbaste de frutas

As árvores frutíferas geralmente produzem mais frutos do que podem suportar. Enquanto as árvores frutíferas naturalmente derramam alguns frutos durante a queda do início do verão, elas podem precisar de uma mão amiga. O desbaste da fruta elimina frutas doentes e infestadas de insetos, evita que os galhos se quebrem com o peso de muitas frutas, reduz a carga de frutas e evita a geração de anos alternados. Este é um problema comum para árvores frutíferas. Espere até que a queda natural da fruta aconteça para pensar em fazer você mesmo algum desbaste de fruta.

As frutas que você desbaste devem ter cerca de 2,5 cm de diâmetro. Deixe as frutas maiores e mais saudáveis ​​e escolha as que estão crescendo nas partes mais distantes da árvore. Emagreça menos durante os anos-luz e afine mais nos anos mais pesados. Não há necessidade de desbastar as árvores se não houver muitos frutos na árvore.

6. Spread Branches

Você pode encorajar ângulos de galhos mais fortes em árvores jovens, espalhando seus galhos para eles. Os galhos devem formar um ângulo de 45 graus ou mais em relação ao tronco. Esses ramos são mais fortes e tendem a produzir mais frutos com menos crescimento vegetativo. Existem algumas maneiras de espalhar os galhos em suas árvores. Uma maneira é usar espalhadores de madeira.

Coloque os espalhadores entre ramos de ângulos estreitos para uma distribuição mais natural. Você também pode anexar pesos à linha de pesca e amarrá-los a galhos menores que precisam de mais crescimento horizontal. Demora um pouco, mas dentro de um ano mais ou menos os galhos de sua árvore estarão crescendo no ângulo certo. Você pode remover os espalhadores quando eles atingirem este ponto.

A poda é sempre algo que pode ajudar no crescimento e na saúde das árvores, mas deve ser feita de maneira adequada. Existem algumas abordagens diferentes para podar árvores no verão. Qual método é o correto dependendo do que você espera corrigir com a poda. Aqui estão algumas recomendações para a poda de árvores frutíferas no verão.

Embora a poda de verão seja considerada “poda fora de temporada”, ela tem um lugar com pomares domésticos. Por exemplo, você pode precisar podar árvores para remover galhos doentes e mortos. Se um galho de árvore for quebrado por uma carga pesada de frutas ou pelas condições climáticas, você pode podar as bordas irregulares para um corte suave, sem tocos que não sejam deixados para trás.

Também recomendamos a poda de novos ramos tenros no verão. Isso ajudará a incentivar os ramos a crescerem mais volumosos e mais fortes. Isso desencoraja ramos longos e fracos de se apoderarem. A poda de verão também ajuda a gerenciar o tamanho geral da árvore, o que é especialmente útil se você tiver uma árvore robusta.

Existem vários motivos para considerar a poda de suas árvores no verão, mas todos esses motivos têm o mesmo objetivo final em mente para detectar e corrigir problemas.


Com tantos tipos diferentes de árvores frutíferas, pode ser difícil escolher a melhor árvore frutífera para o seu jardim. Leia esta lista de árvores frutíferas populares para aprender sobre as características de cada uma e restringir suas opções.

  1. árvore de maçã: Esta árvore frutífera popular tem 7.500 cultivares para escolher, com a maioria produzindo flores de flores brancas, além de frutas frescas. As macieiras se desenvolvem melhor nas zonas de resistência 3-8 e podem começar dentro de casa a partir da semente, mas suas árvores crescerão até o tamanho da frutificação mais cedo se você começar com raízes ou árvores jovens. As regiões centro e norte devem plantar no início da primavera, quando o solo começa a aquecer as regiões com invernos mais amenos também podem ter sucesso no plantio no início do outono. A variedade crabapple é uma escolha favorita para aqueles que desejam atrair pássaros, embora crabapple não seja tipicamente vista como uma fruta comestível. Aprenda a cultivar macieiras aqui.
  2. Árvore de damasco: Os alperces florescem com flores branco-rosadas no início da primavera e produzem frutos de caroço cerca de 120 dias depois. Os frutos do damasco são alaranjados com casca aveludada e possuem uma polpa interna que é doce e ácida. Se você está procurando cultivar seu próprio damasco a partir de sementes, tudo o que você precisa para começar é um caroço de damasco e um pouco de paciência. Árvores de damasco crescem nas zonas de resistência do USDA 5–9 e prosperam em um ambiente de pleno sol com solo argiloso e bem drenado. A cada primavera, antes do início da nova estação de cultivo, certifique-se de podar sua árvore de damasco para aumentar suas chances de uma colheita abundante. Aprenda a cultivar árvores de damasco aqui.
  3. Árvore de abacate: Se você já desejou ter um suprimento infinito de guacamole, cultivar seu próprio abacate é uma opção que vale a pena considerar. Você pode começar um abacateiro de um caroço, mas terá que esperar no mínimo cinco anos para que floresça e frutifique. Uma opção mais conveniente é plantar uma árvore em viveiro. Como os abacateiros são plantas tropicais, eles não se dão bem no clima frio e tendem a prosperar nas regiões mais ao sul dos Estados Unidos. Na hora de escolher o local de plantio, procure um ambiente de pleno sol, protegido do vento e com solo com drenagem excepcional.
  4. Árvore de cereja: As cerejeiras vêm em mais de 1.000 tipos diferentes, mas apenas um punhado de variedades são comumente cultivadas. Os dois principais tipos de cerejas são as cerejas doces e as cerejas ácidas (ou cerejas azedas). As cerejas doces - as mais populares dos dois tipos - crescem nas zonas de robustez 5–9 do USDA e requerem pelo menos duas árvores para produzir frutos por polinização cruzada. As cerejas ácidas são colhidas principalmente para fazer compotas. As cerejeiras azedas são árvores autoférteis que crescem principalmente nas zonas de resistência do USDA 4–6. Muitas variedades de cereja azeda crescem em árvores semi-anãs, tornando-as uma opção ideal para jardins domésticos menores. As cerejeiras também produzem flores perfumadas que atraem polinizadores benéficos, como pássaros e abelhas.
  5. Figueira: O figo comum é uma fruta perene da família das moraceae (ou amora), nativa da Ásia Ocidental e do Oriente Médio. A maioria das variedades de figo prosperam nas zonas de robustez quentes do USDA 8–10, mas algumas variedades resistentes ao frio podem suportar os invernos mais rigorosos nas zonas 6 e 7. As variedades de figos de clima quente incluem figos Kadota, Calimyrna, Green Ischia e Sierra. As variedades resistentes ao frio incluem os figos Brown Turkey, Celeste e Chicago Hardy.
  6. Árvore de toranja: Esta árvore cítrica perene se desenvolve em um clima quente e temperado. As toranjas prosperam sob a luz solar intensa e crescem melhor em solo argiloso e bem drenado. A variedade maior de toranja Ruby Red cresce até 20 pés de altura na maturidade, enquanto variedades anãs menores crescem apenas até 12 pés de altura e são mais adequadas para cultivo em contêiner.
  7. Limoeiro: O limão comum é uma árvore cítrica perene tenra. Limões são uma fruta de verão que são sensíveis ao frio e geada, crescendo melhor nas zonas de robustez do USDA 9-11. Os limoeiros crescem melhor em um ambiente de pleno sol com um solo argiloso rico e bem drenado. Variedades comuns de limão incluem limões Bearss ou Sun Gold. Variedades anãs de limões - como o limão Meyer e o limão Eureka - são adequadas para cultivo em recipientes em espaços menores.
  8. Árvore de nectarina: As nectarinas são um tipo de pêssego sem penugem. Como outros tipos de frutas de caroço, eles vêm em duas variedades: clingstones e freestones. As nectarinas de pedra aderente têm carne que se agarra ao caroço, enquanto a carne da nectarina de pedra natural separa-se do caroço sem esforço. Árvores de nectarina crescem melhor nas zonas de robustez do USDA 5–9 e prosperam em climas com verões quentes. O cultivo de uma árvore de nectarina a partir da semente leva de três a quatro anos para produzir frutos, portanto, se você quiser que sua árvore dê frutos mais cedo, pode comprar uma árvore jovem em um viveiro local. Aprenda a cultivar árvores de nectarina aqui.
  9. Laranjeira: A laranja doce é uma árvore frutífera perene tenra pertencente à família das árvores cítricas. As laranjas são frutas de verão sensíveis ao frio e à geada, crescendo nas zonas quentes de robustez do USDA 9-11. Variedades comuns de laranja incluem as laranjas Valencia, Trovita, Ruby (ou Blood) e Washington Navel. Existem também laranjas azedas, que incluem as laranjas Seville e Willowleaf. Muitos tipos de laranjeiras são árvores frutíferas anãs, com variedades anãs populares, incluindo laranjas Valencia, Trovita e Washington Navel.
  10. Pawpaw tree: Uma árvore de mamão é uma grande árvore que dá frutos comestíveis de mamão. A mamão é uma fruta tropical (e a maior fruta comestível) nativa da América do Norte, encontrada em 25 dos Estados Unidos e em partes do Canadá. A polpa tem textura de creme e sabor banana-manga. As folhas das patas começam verdes, tornando-se amarelas no outono. Pawpaw árvores amam umidade, crescem em pleno sol ou condições de sombra parcial e prosperam nas zonas de robustez do USDA 5 a 9. Os frutos de mamão têm uma vida útil curta depois de amadurecer, razão pela qual eles não são tão populares em supermercados ou fazendeiros mercados. Eles também contêm neurotoxinas em sua pele e carne crua que podem causar irritação na pele, agravamento do estômago ou outras reações alérgicas.
  11. Árvore de pêssego: Os pessegueiros produzem frutos suculentos que são um lanche saudável quando comidos sozinhos ou são o ingrediente estrela em sobremesas assadas, como tartes ou tortas. Se você não se importa em esperar alguns anos para que seu pessegueiro dê frutos, você pode começar um pessegueiro plantando o caroço. Caso contrário, é melhor começar seu pessegueiro usando uma árvore jovem comprada em um viveiro local. Embora os pessegueiros cresçam melhor em climas com verões quentes, eles devem primeiro passar por um período de dormência frio para prosperar. Para garantir que seus pêssegos tenham um sabor doce e completo, certifique-se de que sua casca externa esteja completamente isenta de qualquer coloração verde antes da colheita. Aprenda a cultivar pessegueiros aqui.
  12. Pereira: As peras são árvores frutíferas populares para a horta porque precisam de pouca manutenção, têm lindas flores e crescem em espaços pequenos. Como se isso não bastasse, as pereiras são tão resistentes quanto as macieiras (elas podem prosperar nas zonas de robustez do USDA 3-10) e são muito resistentes a pragas e doenças. Existem duas variedades diferentes de peras: peras europeias e peras asiáticas. As peras asiáticas amadurecem na árvore, enquanto as pereiras europeias amadurecem após a colheita. Aprenda a cultivar pereiras aqui.
  13. Árvore de caqui: Nativa do sudeste dos Estados Unidos, esta planta frutífera vem em duas variedades: caqui adstringente e caqui não adstringente. Os caquis adstringentes têm a forma de pimentão e são ideais para assar, enquanto os caquis não adstringentes têm a forma de tomates e são mais consumidos crus. Árvores de caqui crescem nas zonas de resistência do USDA 4–11, prosperam em condições de pleno sol e florescem em solo ligeiramente ácido.
  14. Ameixeira: As ameixeiras são ótimas árvores frutíferas para iniciantes e também para jardineiros experientes. Eles são resistentes ao frio, exigem pouca manutenção depois de se estabelecerem e produzem safras pesadas de deliciosas frutas com caroço. As variedades de ameixa híbridas americanas são melhores em climas frios e moderadamente frios, as variedades de ameixa europeias são ideais para climas moderadamente frios e as variedades de ameixa japonesa são perfeitas para climas amenos. Se você planeja fazer ameixas (ameixas secas), use ameixas europeias. Certifique-se de que sua variedade de ameixa seja autofértil, ou então você precisará plantar pelo menos duas ameixeiras para garantir a polinização cruzada. Uma subespécie popular da ameixeira é a ameixa-da-índia. Ameixas-donzela são uma variedade comum de ameixa útil em conservas de frutas, compotas e geleias. Aprenda a cultivar ameixeiras aqui.
  15. Árvore de romã: Esta pequena árvore ou arbusto dá frutos vermelhos brilhantes cheios de sementes ricas em nutrientes. As árvores de romã crescem melhor nas zonas de resistência do USDA 7–12, prosperam em solo argiloso com boa drenagem e crescem melhor em pleno sol.
  16. Árvore de marmelo: Esta árvore de folha caduca produz pomóideas amarelo-dourado e atraentes flores rosa claro que a tornam uma árvore ornamental popular entre os arquitetos paisagistas. A fruta do marmelo é extremamente azeda, então se você deseja comer a fruta da sua árvore, escolha uma variedade criada especificamente para dar frutos. A maioria das variedades de árvores de marmelo com flores são muito azedas para comer cruas, mas são perfeitas para geleias, compotas e pudim de marmelo.


Maçãs

As maçãs são uma cultura de árvores frutíferas adequada para os jardineiros da zona 6. Variedades particulares que devem se dar bem incluem Grimes, Golden, Rome, Stayman e Winesap. Liberty é outra cultivar resistente a doenças e cresce bem no clima da zona 6. De acordo com o "The Big Book of Gardening Skills", os jardineiros da zona 6 devem evitar as variedades que crescem bem nas zonas mais frias, incluindo Duchess, Quinte e aquelas da família McIntosh. O Missouri Extension informa que duas macieiras geralmente fornecem um bom suprimento de maçãs para uma família de quatro pessoas.

  • Os jardineiros caseiros costumam sonhar com um pomar no quintal. É bom caminhar lá fora e colher algumas maçãs ou cerejas por conta própria.
  • De acordo com o "The Big Book of Gardening Skills", os jardineiros da zona 6 devem evitar as variedades que crescem bem nas zonas mais frias, incluindo Duchess, Quinte e aquelas da família McIntosh.

Adicione um pouco de delicioso, incomum safras de frutas, arbustos frutíferos e árvores frutíferas antigas para seu quintal e jardim - arbustos de cerejas azedas, mirtilos, marmelo, caqui, patas e muito mais! O inverno é uma boa altura para avaliar a sua paisagem e ver quais os espaços que gostaria de preencher com fruta. Francamente, queremos plantar todos - e gostaríamos de ter espaço suficiente!

Fruta maravilhosa e saborosa para o jardim

Adicione algumas frutas novas e divertidas à sua paisagem comestível! Dê uma olhada em alguns desses arbustos frutíferos, vinhas e coberturas do solo!

As cerejas azedas do arbusto serão uma adição bem-vinda à sua paisagem comestível.

  • Cerejas de Bush desenvolvidos anos atrás por Elwyn Meader da UNH estão experimentando um ressurgimento em popularidade à medida que uma nova geração de jardineiros de quintal os descobre. Os frutos vermelhos azedos são bons para tartes ou compotas. As plantas chegam a ter cerca de 4 metros de altura e largura, tornando a fruta fácil de colher. As flores rosa desabrocham no início do verão evitando danos causados ​​pelas geadas tardias e os frutos amadurecem de agosto a setembro. Hardy nas zonas 3-8, plante 2 variedades diferentes para uma melhor frutificação. Procure por ‘Joel’, ‘Jan’ e ‘Joy’. Se você não conseguir encontrar a série Meader, procure cerejas ácidas anãs um pouco maiores, como a autopolinização ‘Carmine Jewel’, ‘Romeo’ ou ‘Juliet’. Desenvolvido no Canadá, eles crescem de 5 a 8 pés de altura, são resistentes na zona 3-8 e produzem frutas um pouco maiores e mais doces. Consulte o Guia do cultivo de cerejas do Almanaque.

As ameixas da praia são as compotas mais saborosas.

  • Ameixas de praia são ótimos para crescer em solos arenosos pobres e, como crescem selvagens nas dunas ao longo da costa, podem suportar condições salgadas. Se for dado um local com bom solo de jardim, eles produzirão ainda melhor. Arbustos de caule múltiplo, eles enviam rebentos e podem ser treinados para formar uma cerca viva. Com quase 2 metros de altura e largura, os arbustos densos têm flores brancas vistosas na primavera e os frutos vermelho-púrpura do tamanho de uvas amadurecem em setembro. O sabor varia do doce ao azedo e pode ser consumido fresco, mas a compota de ameixa da praia é um deleite a não perder! Hardy nas zonas 3-8. Consulte os guias de cultivo de ameixa do Almanaque.


Hashkaps japoneses, foto cortesia de Proven Winners

  • Honeyberry, também conhecido como haskap, parece um mirtilo alongado e tem gosto de um cruzamento entre mirtilo e framboesa. Na família das madressilvas, elas têm flores amarelas no início da primavera e produzem frutos no início do verão, geralmente antes da maturação dos morangos. Nativos das regiões do norte da Eurásia, eles crescem cerca de 5 pés de altura e largura e são resistentes nas zonas 3-9. Plante-as em um solo úmido rico, onde recebam o sol pleno para parte da sombra. Para obter a melhor frutificação, você precisará plantar 2 variedades diferentes.

Conjunto de bagas de aronia

  • Baga de aronia arbustos também crescem cerca de 3-6 pés de altura e largura. Elas têm flores brancas na primavera e a folhagem verde escura torna-se profundamente vermelha no outono, tornando-a uma planta bonita e frutífera. Possui cachos de bagas roxas escuras e brilhantes que amadurecem no final de julho a agosto. As bagas têm um sabor azedo forte - como evidenciado por seu nome comum de chokeberry preto - portanto, não são para comer frescas. You’ll need to add lots of sweetener and turn them into wine, jelly, jam or juice. Considered a superfruit, they are full of antioxidants, vitamins, and minerals, and have the highest phytonutrient content of any fruit. Native to the eastern US and hardy in zones 3-9, they are self-fruitful so you only need to plant one. They are easy to grow in full sun or part shade, are not fussy about the soil, and usually have no disease or insect problems.

Hardy kiwiberries lack the fuzz of their larger cousins.

  • Kiwiberries are smaller than the fuzzy kiwis we get at the grocery store. Also called hardy kiwis (Actinidia arguta), they are about the size of a large grape, have smooth edible skin, and are considered a superfood for their high vitamin and mineral content. To get fruit you will need one male plant to pollinate every 3 female plants. UNH has done a lot of work developing these plants for commercial and home gardeners. For the best flavor they recommend the red-blushed varieties like ‘Rossana’, ‘Geneva 3’, and ‘Hardy Red’. The vines are aggressive growers, reaching 20 feet or more and will need to be pruned and trained to a sturdy support. Fruits ripen from mid-September to mid-October and store well in the fridge for up to 6 weeks.

  • goji berries grow on a 10 foot long vine that can be pruned into a 4-6 foot tall shrub if preferred. The nutritious berries can be eaten fresh, juiced, or dried. They are high in protein and antioxidants including carotene. The plants are self-fruitful, drought resistant, and hardy in zones 5–9. Plant in neutral to sweet soil where they get half to full day sun.

Cranberries make a fruitful groundcover.

  • Cranberries don’t need a bog to grow, just moist acidic soil with lots of organic matter. They are low-growing, about 6 inches high and when planted 2 feet apart will form a dense, evergreen, ground covering mat. Native to the US and Canada, most varieties are self-fertile and are hardy in zones 2-8. Wouldn’t it be cool to pick your own for cranberry sauce?

Lingonberries are in the same family as blueberries and cranberries and like the same acid soil conditions.

  • Lingonberries have long been popular in Scandinavia where they are made into every thing from sauce and syrup to jam and wine. They have white bell-shaped flowers in spring and some varieties give you 2 crops of berries, one in late summer and another in fall. Tart until fully ripe, the red lingonberry is sweeter than its cousin the cranberry. They grow best in full sun and poor sandy acidic soil. Depending on the variety they can grow between 5 and 18 inches tall. Pick low growing ones if you want a semi-evergreen groundcover. Even though they are shallowly rooted they are extremely tough little plants and are cold hardy to zone 2. Plant more than one variety for better production.

Forgotten Fruit Trees

If you are interested in growing some different types of fruit trees, take a look at these old time favorites. Many were quite popular up to the 1950s when it became easier to buy fruit at the grocery store. Many of the fruits that were hard to ship or had a short shelf life never made it to the supermarket and were forgotten by shoppers in favor of apples, pears, peaches, and plums. They may have slipped off the radar but backyard fruit growers are giving them a second look.

Quince pie is a special treat!

  • Quince (Cydonia oblonga) is not the same as the ornamental quince that you may be growing in your yard. This quince is a small tree, growing about 10 feet tall but it does send out a lot of suckers and can be pruned to make a thick hedge. The aromatic yellow fruits are large and look like a cross between a pear and an apple but have a lemony-pineapple flavor. Some varieties can be eaten out of hand or with a spoon when ripe while others are more astringent and are best made into quince jelly. They have large white blossoms in spring and the fruits ripen in late fall. An Asian native they are self-fertile, disease resistant and hardy in zones 4-8.

Be prepared to share some of your mulberries with the birds.

  • Mulberries look like long blackberries, growing up to 2 1/2 inches long or more but are even sweeter than raspberries. The red mulberry tree (Morusrubra) is native to the eastern US and can top out at about 30 feet tall. If that is too big for you there are 6-8 foot tall dwarf trees or you could grow an attractive dwarf weeping mulberry as a focal point in your yard. It gets to be about 12 feet tall but bears smaller berries. All mulberries are fast growers and will fruit in full sun to part shade. They like moist, well-drained soil and are hardy in zones 4-8. You’ll only need one since they are self-fertile producing both male and female small green catkins instead of showy blossoms. They leaf out late in the spring but bear fruit early which starts to ripen in mid-July thru Sept. The berries don’t all mature at the same time and will drop as they ripen. Some people lay a sheet under the tree to catch them as they fall. The black berries can be messy and they attract birds who are also messy so it is a good tree to plant away from cars, walkways, and patios. Mulberries are delicious eaten fresh or made into pies, sauces, jams, and wine and are considered a superfruit, high in antioxidants.

American persimmons are much smaller than Asian persimmons but easier to grow.

  • American persimmon (Diospyrusvirginiana) ‘Meader’ is a self-fertile, seedless persimmon developed at UNH . It will grow to be 30 feet tall but can be pruned to a more manageable size. The orange fruits are about 1 1/2 - 3 inches across, much smaller than Asian persimmons, and have a sweet butterscotch or caramel flavor. They ripen after frost from Sept. - Nov. and hang on the trees long after the leaves have fallen. Pick when soft to the touch for the best flavor. The trees are attractive in fall when the leaves turn bright crimson. They are hardy in zones 4-8. Ever heard the folklore about predicting winter weather with a persimmon seed? Check this out.

Fresh jujubes are nothing like the candies we used to eat in the movie theater!

  • Jubjubes (Zizyphus jujube) are native to South Asia and most varieties are best grown in zones 6-9 but there are a few that are cold hardy to zone 5. Also called red date the fruits are dark purple or red when ripe and wrinkly, nothing like the jujubes we enjoyed in the movie theater! They can be picked when yellow and the fruit will be crisp and firm like an apple but after a few days they will get wrinkly. The fruits are rich in antioxidants, low in calories, and high in vitamin C and fiber. They are thought to improve sleep and reduce anxiety. Most varieties are 15-20 feet tall but if your space is limited, ‘Shaxi Li’ only gets 8-10 feet tall by 10-12 feet wide. Jujubes like it hot, sunny, and dry and do especially well in southwestern states like New Mexico and Texas. They produce small greenish-yellow flowers from June-July and the fruits mature from late Aug - Oct. The trees are self-fruitful but yields will increase if 2 different varieties are planted for cross-pollination. Once established they are long lived and will produce fruit for years. There is a 1,000 year old tree in China that still has fruit each year!

Medlar is an old-time fruit that is impossible to ship and has to be eaten as soon as it is soft.

  • Medlar (Mespilus germanica) is in the rose family and has 1-2 inch fruits that look like large rosehips. The 10 foot tall trees have large white blossoms blushed with pink in May-June and they are self-fertile. There is a trick to eating them they have to be fully ripe to the point of mush. You can leave them on the tree until they are soft or pick them after the first frost and let them sit in a cool place to continue to mature in a process called “bletting”. When soft they taste like cinnamon applesauce and have about the same texture. Easy to grow, they are hardy in zones 4-9.

Some people are allergic to pawpaws so do a taste test before you go all in.

  • Pawpaw (Asmina triloba) is a North American native that grows wild in 26 states so it is probably well known to a lot of you. In fact many states hold an annual pawpaw festival each fall. If you haven’t tasted this fruit, also known as Indiana banana, hillbilly mango, or American custard apple, after you have tried it you’ll want to grow it. Hardy in zones 4-9 it grows as a small tree 10-25 feet tall. The 3-6 inch oblong fruits are the largest North American native fruit and have a tropical flavor. Depending on the variety it can taste like banana pudding, vanilla custard, mango, or pineapple. Freeze the flesh to make an awesome sorbet. Unless you find seed-grown plants most named varieties are grafted and you will need to grow two genetically different ones to set a good crop. The dark purplish-brown, bell-shaped flowers bloom before the leaves emerge in early spring. They are not attractive to bees but instead are pollinated by flies and beetles so they smell faintly like rotting meat to attract them. They will grow in shade but need a good amount of sun and a long hot summer to ripen the fruit before frost.

For a taste of the exotic and unusual, try growing some of these fruits that you will never find in the grocery store.


Assista o vídeo: Como plantar árvores frutíferas em vasos